Quando faço amor com meu namorado e minha vagina faz barulho como de gases e não posso evitá-lo. É realmente constrangedor. Isso é comum? Será que tem solução?” P. G. E.

A princípio, pode ficar tranquila: é muito mais comum do que você pode imaginar. Não é nada de anormal que, durante a relação sexual, aconteça de entrar ar na vagina da mulher e produzam ruídos, seguido de um certo “som” chamativo, que por vezes deixam as mulheres acanhadas.

Há alguns fatores que podem influenciar que isso ocorra: a posição que ficamos na penetração, o frenesi dos movimentos sexuais, etc.

O ar pode ficar preso nas dobras da vagina durante o coito, e, quando escapa, pode soar como se escapassem gases devido a que as paredes vaginais são úmidas e formam um pequeno selo entre elas. Em muitas ocasiões, o ar escapa enquanto se realiza o sexo ou quando a vagina está relaxada e descontraída, uma vez que se tenha concluído o ato sexual.

gases-pela-vagina

Não há nenhum motivo de preocupação quando se produz e o que temos de tentar não prestar muita atenção ou até mesmo, muito melhor, tomá-lo com senso de humor e rir com o nosso parceiro.

Aconselho-te que não tente disfarçar ou ocultar os ruídos de sua vagina, isso fará com que não se relaxe, nem você se sentir confortável na relação sexual e, em consequência, provavelmente não desfrutar plenamente do momento. Aceite como algo natural e não adote, na relação sexual um papel de “espectador” com relação ao que está acontecendo no seu corpo. Viva – não observe – e viva o “aqui e agora” ao abandonar as sensações maravilhosas de prazer que você chega todos os seus sentidos corporais.

Minimizar a entrada de ar na vagina

Como nos perguntaram algumas soluções, vamos ajudá-la com estes recursos sexuais que, para alguns casais, mostraram ser eficazes. Embora você não poderá controlá-lo totalmente, sim, que há pequenas estratégias que podem ajudar a minimizar a entrada de ar na vagina. A melhor delas é conversar com seu parceiro e, juntos (se para os dois isso é irritante), você pode ensaiar novas estratégias para minimizar a entrada de ar na sua genitália. Em primeiro lugar, é bom que vocês sintam, com novas posturas e modifique aquelas que deixam entrar mais ar na sua xoxota.

Posições mais e menos desejáveis

Em geral, a penetração vaginal por trás, com a mulher apoiada sobre os joelhos e mãos sobre a cama ou qualquer superfície – chamada popularmente de “cachorro” – é menos aconselhável, porque permite a entrada de mais ar na vagina. Também é benéfico que o homem nos movimentos sexuais, não retire totalmente o pênis da vagina, desta forma se evita que, durante a penetração se introduza tanto ar. E, dado que o problema costuma aparecer – a expulsão de ar, com seu irritante ruído – depois que o homem retira o pênis da vagina, você pode inserir um dedo em sua xoxota para abrir o canal, para que, desta forma, o ar escape em silêncio.

De todas formas, não se prenda com o tema e não o preste muita atenção, tomá-lo como algo normal na prática das relações sexuais. Às vezes o melhor é discuti-lo de forma natural com o casal e informar por que acontece. Desta forma, a confiança e cumplicidade sexual entre vocês irá aumentar. Levar com bom humor é, sem dúvida, é o melhor remédio! O riso e o sexo são sempre bons aliados.

Share This:

Comments are closed.